Facebook Claudia Rabelo AstrogogiaCanal Claudia Rabelo Astrologia
Cláudia Rabelo - Astrologia Terapêutica

astrologia terapêutica

Qual caminho você precisa seguir para desenvolver seu senso de individualidade e um ego saudável?

O Sol na astrologia aponta para o arquétipo do pai, do animus, do ego e do herói. Como um símbolo do herói, ele representa aquilo com que você precisa lutar de modo consciente para obter a sua máxima expressão, luminosa ou sombria, no signo em que ele ocupa.

A vivência do Sol é um importante fator construtivo para a satisfação pessoal, autodeterminação e vontade; representa o ego consciente.

O Sol é um impulso psíquico na direção da autopercepção que pode se expressar em sua face luminosa como: autoconfiança, determinação, ambição saudável, independência, carisma, criatividade, magnetismo e liderança ou em sua face sombria como: afetação, despotismo, egoísmo, ostentação, timidez, incompetência e insegurança.

          O zodíaco é o caminho arquetípico da vida do herói, ele percorre as etapas do seu desenvolvimento em 12 passos na pele do: Guerreiro, Obstinado, Mensageiro, Protetor, Soberano, Analítico, Amante, Renascido, Aventureiro, Alpinista, Reformador e do Inspirado. O Sol nos signos vem contando nossa história na busca pelo desenvolvimento da consciência através de séculos.  A seguir iremos retratar cada uma das doze faces do herói que correspondem ao caminho evolutivo dos 12 signos em busca da própria identidade, os elementos ajudam a compreender a perspectiva espiritual (fogo), material (terra), racional (ar) e sentimental (água), que o herói procura integrar em sua personalidade. 

O Guerreiro – Sol em Áries (Fogo)                                               
O herói recebe o chamado e inicia a sua jornada corajosa. Ele se antecipa diante da vida. A energia primordial se manifesta, ele lança a semente. Ele não conhece suas limitações, existe a ingenuidade da juventude. A impulsividade natural pode dar lugar a impaciência e agressividade. Ele tem o ímpeto dos inícios, porém muitos projetos podem ficar inacabados pela diminuição do entusiasmo inicial e procura pelo próximo desafio.

O Obstinado – Sol em Touro (Terra)
          O herói necessita agora de obstinação para levar seus projetos até o final. Os impulsos dispersos do Guerreiro precisam de uma direção. A terra precisa ser cuidada para que a semente possa crescer. Mas aqui ele é empreendedor, determinado e prático. Ele acredita que a ordem natural da vida sempre traz bons resultados, a paciência é sua virtude. Porém, o conservadorismo e a necessidade de segurança podem estagnar o movimento do herói.

O Mensageiro – Sol em Gêmeos (Ar)
          Agora, o herói precisa fazer contatos e conhecer seu ambiente próximo, ele se movimenta com agilidade para fora do seu mundo de convicções individuais. Ele consegue integrar várias informações e se envolve com muitos interesses ao mesmo tempo, o mundo que o rodeia desperta sua curiosidade e capta sua atenção. Ele tem uma percepção mental do mundo que o cerca, ele racionaliza e perde um pouco a profundidade. Muita atenção foi dada ao mundo externo e o excesso de impessoalidade ameaça seu equilíbrio.

O Protetor – Sol em Câncer (Água)
          O herói precisa agora se recolher para a profundidade e segurança do seu mundo interno. O seu desenvolvimento pessoal é vivenciado no silêncio interior. Ele se fortalece entrando em contato com os seus sentimentos, os reconhece e compreende. Ele se torna um bom protetor, pois sabe abrir espaço para o autocuidado e estabilidade interna. Com uma personalidade consciente de si mesma, o herói não pode ficar recluso, ele precisa se testar na arena social.

 O Soberano – Sol em Leão (Fogo)
          O herói sente que tem muito a oferecer, ele está ciente de sua própria força, irradia energia e criatividade. Ele tem total confiança na sua individualidade e no seu direito de exercer sua soberania, parece que nada pode destituí-lo de seu lugar. A grande estabilidade do herói pode resultar em determinação e bravura tornando-o: generoso, cortês, magnético e corajoso. Apesar disso, a arrogância nessa fase pode ser um perigo tóxico e o herói pode sucumbir e se tornar vítima das próprias ilusões.

O Analítico – Sol em Virgem (Terra)
          Agora o herói experimenta sua própria vulnerabilidade e aprende a investigar e a conhecer as suas próprias faltas. Essa é a fase do autoaperfeiçoamento e a autocrítica é um fator importante. Ele aborda a si mesmo em detalhes com grande habilidade analítica. O desejo de perfeição está intimamente ligado ao sentimento de incerteza quanto a si mesmo e o ajudam a se desenvolver. A capacidade crítica do herói o prepara para a participação no mundo, em parceria.

O Amante – Sol em Libra (Ar)
          O herói agora encontra uma parceria, é o ponto crucial do seu desenvolvimento. Ele será confrontado com a sua sombra, seu animus ou sua anima. Ele ou ela pode refletir profundamente sobre o que está dentro de si através do encontro e da tensão dos opostos. Os contrastes serão ressaltados e um equilíbrio do que se apresenta conflitante será buscado. O herói hesita, racionaliza, mas sucumbe ao destino fatal; a intimidade, a fusão.

O Renascido – Sol em Escorpião (Água)
          O herói aprofunda e expande o relacionamento em uma entrega total, no extremo, na vivência da sexualidade e nas crises emocionais.                                Aqui, o herói sabe que o enfrentamento das emoções dolorosas resultam num caminho de crescimento e transformação. A morte simbólica foi vivida muitas vezes e trouxe em seu âmago o renascimento. Ele pode ficar dilacerado na tensão dos opostos, porém se a busca dos fundamentos além das aparências foi cumprida, a ampliação dessa experiência o aguarda na aventura.

O Aventureiro – Sol em Sagitário (Fogo)
          O herói deseja se lançar no mundo, descobrir princípios universais. Ele agora se volta para ambas às direções; interna e externa.  Os limites do âmbito pessoal são ultrapassados. O herói tem a necessidade agora de se tornar um propagador, ele quer anunciar a sua verdade fortalecendo assim, sua própria base espiritual. Ele se sente parte de um todo maior e se desafia a encontrar um lugar para chamar de seu nesse todo. O herói não pode construir castelos no ar, ele precisa de base sólida onde assentar seus ideais entusiásticos.

O Alpinista – Sol em Capricórnio (Terra)
          O herói tem que provar que é capaz de sobreviver ao frio do inverno e atingir o alto da montanha. Ele já adquiriu muitas habilidades, encontrou seu equilíbrio, renasceu, se lançou no mundo com entusiasmo e agora está aqui, na escalada da sua evolução se preparando para atingir o topo.  Ele resiste às restrições, necessidades e frustrações de forma paciente e atinge seus objetivos práticos e realizáveis. Ele conta com planejamento, disciplina e perseverança em seus métodos eficientes. Porém, tudo o que não tem mais utilidade ou não suportou a prova, deve ser abandonado.

O Reformador – Sol em Aquário (Ar)
          O herói é livre e se ergue acima das aparências, ele se esforça para se liberar das formas e ir além dos limites. Após lutar pela preservação e estabilidade a psique é investigada e analisada e o que se tornou inútil e ultrapassado é então eliminado.  A reforma é importante para o herói, qualquer eliminação é vivida com o propósito de reconstrução. O herói aqui é cidadão do mundo, ele é apartidário, universalista, altruísta e humanista. Ele se identifica com os ideais da humanidade no todo. Porém, o processo pode se tornar racional com ênfase no pensamento.
​    
O Inspirado – Sol em Peixes (Água)
          Existe aqui um acúmulo de sabedoria final, a ausência de forma contém a união de todo o conhecimento adquirido durante o processo. Aqui existe um espírito contemplativo, uma inteligência sutil que pulsa com o universo em uma abertura amorosa de doação. O herói se prepara para um novo ciclo, ele amadureceu dentro de si a tensão dos opostos do pessoal e impessoal, ele se dissolve no oceano do inconsciente e se religa ao cosmos no estado de presença do meditante compassivo. Deixa atrás de si um campo fértil onde uma nova semente pode ser lançada e o ciclo recomeça.

AS DOZE FACES DO HERÓI

AS DOZE FACES DO HERÓI